PIX: Perguntas Frequentes

PIX: Perguntas Frequentes

Resumo:

Nesta página você irá encontrar as principais perguntas e respostas sobre o Pix que é uma ferramenta de transferência eletrônica rápida e segura criada pelo Banco Central do Brasil.

De acordo com o Banco do Brasil, o Pix já é utilizado por 61% das pessoas que possuem contas bancárias, o que significa mais de 100 milhões de brasileiros fazendo uso do serviço.

Sem taxas para pessoas físicas e com transferências ilimitadas em qualquer parte do dia, essa é uma ótima oportunidade para receber dinheiro, pagar contas e ainda parcelar compras no cartão de crédito. Saiba sobre todas as funcionalidades do Pix agora.

Como funciona o Pix?

O Pix é um meio de pagamento eletrônico criado pelo Banco Central do Brasil que possui taxas baixas e pode ser feito a qualquer hora do dia, tanto para pessoas físicas, jurídicas e empresas. Para utilizar basta cadastrar uma ou mais chaves de transferência no seu banco de preferência e começar a utilizar o serviço após validação dos dados que pode levar apenas algumas horas ou até um dia.

Tenha em mente que independente do banco, os produtos são os mesmo, você pode transferir dinheiro a qualquer momento do dia e por qualquer valor, receber pagamentos, pagar contas, tudo isso por meio de uma chave de segurança que pode ser cadastrada utilizando CPF/ CNPJ, E-mail ou número de celular com o DDD, ou até mesmo via QR Code.

É bastante simples para utilizar o serviço. Você precisa cadastrar uma chave de segurança no banco e no menu inicial procurar pela opção “Pix”. A forma de utilização varia de instituição financeira para instituição financeira, mas a premissa é a mesma. Você pode tanto informar a sua chave que deve ser comporta pelo seu CPF, E-mail ou número de celular e receber qualquer quantia, ou transferir para outra pessoa pelo mesmo método.

Não há limite estabelecido para transações feitas em horário comercial iniciando às 6h até às 20h, do contrário, como forma de segurança e visando evitar golpes, o Banco Central limita as transações até mil reais, fora do horário descrito acima. 

O meio de pagamento eletrônico criado pelo Banco do Brasil é um dos métodos de envio de dinheiro mais seguros do mercado. Isso porque a chave de segurança diz respeito a apenas uma pessoa e não pode ser transferido. Além disso, antes de disponibilizar a operação para o usuário, há uma checagem de dados minuciosa para evitar fraudes. 

O Pix foi criado pelo Banco do Brasil para melhorar a experiência do cliente e ampliar o número de pessoas com acesso ao mundo financeiro. Gratuito e livre de taxas, o serviço é o meio de pagamento mais rápido disponível no mercado.

Não há limite para transferência de dinheiro para outras contas desde que haja saldo na conta. Apenas das 20h às 06h o limite de valor para ser enviado fica limitado até 1.000 reais para evitar roubos e fraudes.

Não há limite para transferência para outras contas ou pagamento de contas. Você será taxado apenas se resolver sacar o dinheiro mais de quatro vezes no mês através do Pix. 

Pelo celular ou internet, vá até o menu do seu banco onde está o ícone ou a palavra “Pix”. Se já tiver feito o processo de cadastramento das chaves de segurança, basta selecionar a opção “transferir” e apontar a quantia. Confira os dados e tudo pronto. É importante ressaltar que você só conseguirá efetuar a transação com o CPF, e-mail ou telefone celular do beneficiário

 O valor é de 1,40% da transação com valores mínimos de R$ 1,65 até R$ 9,00. O valor pode ser negociado com o cliente ou embutido no serviço. 

Este custo só existe para pessoas jurídicas e empresas. O pagamento via transferência Pix custa 1,45% do valor pago, com valor minimo de 1, 75 real e máximo de 9,60 reais. Se o pagamento ocorrer via QR Code a taxa varia para o mínimo de um real até 150 reais. 

O Pix não tem custo para pessoas físicas. Para pessoas jurídicas há um valor a ser pago dependendo do tipo de transação, que varia de 9 a 10 reais por cada transferência. Essa taxa já é cobrada pelos principais bancos como: Bradesco, Santander, Itaú e Banco do Brasil.

De acordo com o Banco do Brasil, o novo meio de pagamento eletrônico leva o nome de Pix porque é uma referência aos pixels de uma tela (pontos luminosos)

O Pix foi criado pelo Banco do Brasil, inspirado pelo modelo de pagamento originário da Inglaterra que leva o nome de “Open Banking”. 

Dados do PIX

Aqui reunimos todas as informações necessárias com dados e funcionalidades que podem te ajudar no dia a dia.

Pagamento via PIX com cartão de crédito

Você sabia que é possível parcelar suas contas no cartão de crédito em até 12x com o Pix? Esse método pode ser utilizado por meio do RecargaPay e facilita muito para quem precisa comprar algo urgente e quer pagar em pequenas parcelas. Para usufruir deste beneficio siga o passo a passo neste link

 

O Pix foi criado pelo Banco do Brasil que é o mais antigo em atividade em todo o território Nacional. Ele é mantido pelo Governo Federal e conta com uma grande quantidade de funcionários e agências com uma cartela parruda de serviços para todos os clientes. Por ser o banco há mais tempo no mercado, ele pode ser considerado seguro para qualquer tipo de transação ou até mesmo investimento, como o popular Tesouro Direto.

Atualmente o BB é constituído em forma de sociedade de economia mista com participação do Governo Federal em 50% das operações, garantido a segurança de investimento. 

Atualmente o Presidente é o especialista em economia internacional Fausto de Andrade Ribeiro. O fundador do banco foi João VI de Portugal, em 12 de outubro de 1808, na cidade do Rio de Janeiro.

A matriz da empresa fica em Brasília, mas há agências em todo o Brasil.

O preço em média das ações custa de 27 a 30 reais e você encontra ela nas principais corretoras pelo código BBAS3.

A receita do BB é estimada em mais de 53 bilhões de reais.

São subsidiárias: Banco BV, Brasilprev Seguros e Previdência S.A.

Por ser um banco completo o BB oferece uma grande cartela de serviços, nas quais estes 3 se destacam pela regularidade e procura dos clientes: 

  1. Transações eletrônicas;
  2. Empréstimos;
  3. Investimento no Tesouro Direto ou compra de ações. 

Além dos serviços oferecidos pelo Banco do Brasil, saiba mais sobre outras funcionalidades do Pix

  1. Pagamento de contas por meio de QR Code;
  2. Parcelamento de compras em até 12x sem juros através do Pix;
  3. Transferência de qualquer em dinheiro ou limite Pix 24 horas por dia e 7 dias por semana

O Pix é um serviço do Banco do Brasil e está atrelado a todos os bancos disponíveis no mercado, desta forma você deve procurar a sua agência para sanar quaisquer problemas

RecargaPay
A empresa com sede localizada em São Paulo, possui o atendimento 100% online através do site ou aplicativo disponível da Google Play Store e Apple Store. 
Canal de Atendimento

Banco do Brasil
Como foi dito no texto, este é o banco mais antigo do território Nacional e possui uma série de possibilidade para entrar em contato para tirar dúvidas.
4004 0001 / 0800 729 0001
WhatsApp

Bradesco
Para entrar em contato com o banco acesse o aplicativo ou fale com os números abaixo: 
4002 0022 – Capitais e Regiões Metropolitanas 
0800 570 0022 – Demais Regiões

Itaú
Entre em contato com o banco através dos canais abaixo:
0800 728 0728 – Ouvidoria
WhatsApp: (11) 4004-4828 

Santander
Para entrar em contato com o Santander, siga um dos caminhos abaixo: 
4004 3535 – Capitais e regiões metropolitanas
0800 702 3535 – Demais localidades

O Pix não possui rede social própria, para saber mais sobre o serviço, acompanhe as postagens do Banco do Brasil. 

Facebook

Instagram

Twitter

YouTube

Vale lembrar que o Pix apesar de ser um serviço criado pelo Banco Central do Brasil, é de responsabilidade das agências contratantes resolver qualquer pendência ou problema devido a erro de transferência, pagamento não realizado ou cobrança indevida. 

Caso você esteja com algum problema, utilize os canais mencionados acima no item “Como falar com o suporte Pix”.

Outro meio é acessando o Reclame Aqui, a principal plataforma para te ajudar a resolver um problema que persiste em acontecer. 

De acordo com a plataforma os problemas mais recorrentes são

5.74% Dificuldade de cancelamento

11.07% Outro Tipo de produto/Serviço

11.89% Meios de pagamentos eletrônicos

O Pix é um serviço do Banco do Brasil e não possui site oficial, para obter informações complementares acesse o site do BB na área sobre o meio de pagamento. 

Site: https://www.bb.com.br/pbb/pagina-inicial/pix  

Conclusão:

Em linhas gerais você observou com muitos detalhes as funcionalidades e a praticidade de cadastrar suas chaves de segurança para começar a utilizar o Pix agora mesmo, além de entender que ele é seguro e faz parte da carteira de serviços de todos os bancos e apps de pagamento, como o RecargaPay, disponíveis no mercado.

O Pix foi lançado pelo Banco do Brasil como vimos neste artigo que é o banco que rege a economia brasileira, além de ser o mais antigo instalado no território nacional, garantido assim a maior segurança possível para tratar do seu dinheiro. 

Não hesite em voltar a este texto para conferir as informações necessárias para maximizar a utilização do Pix. 

7 comentários em “PIX: Perguntas Frequentes”

  1. Não sabia que era possível parcelar compras via Pix, vou procurar mais sobre o RecargaPay e entender se vale a pena.

    Responder
  2. Achei que apenas com o meu acesso via banco, seria possível utilizar o Pix. Estava desesperado já, achando que não tinha essa opção. O texto deixou claro que é necessário cadastrar uma chave de segurança. Acabei de fazer isso por aqui, agora é só esperar a aprovação. Obrigado!

    Responder
    • Eu estava com o mesmo problema! Sem dúvidas o texto ajudou a sanar minhas dúvidas.

      Responder

Deixe um comentário