Pix Saque – Descubra como receber dinheiro físico pelo Pix

Atualmente, tudo que você precisa para fazer um Pix Saque é o seguinte:

O Pix Saque é uma modalidade do sistema do Banco Central que vem se popularizando bastante. O recurso foi criado em novembro de 2021 como uma maneira de permitir aos utilizadores retirar dinheiro da conta com mais facilidade. Cada usuário tem direito a 8 saques gratuitos por mês de até R$500 (R$100 durante a noite), mas cada estabelecimento que participa do sistema pode estabelecer limites menores.

Um dos pontos positivos do sistema é que ele é bastante fácil de usar. Na prática, basta ler o Pix QR Code da loja e fazer a transferência para sacar o dinheiro.

No entanto, mostraremos todo o tutorial para usar essa modalidade e sacar dinheiro sem pagar a seguir!

  1. Faça download do RecargaPay

    Para iniciar o tutorial de como fazer um Pix Saque, você deverá baixar o aplicativo RecargaPay. Afinal, este app é totalmente gratuito para instalar e criar conta, além de permitir essa modalidade de retirada sem dificuldades.

    Baixar o RecargaPay para fazer Pix Saque

  2. Toque em “Ver Mais” na área Pix

    Na página inicial do aplicativo, toque na opção “Ver Mais” na área Pix. Ali, você terá acesso a todas as modalidades diferentes do sistema para utilizar como preferir.

  3. Escolha a opção “Sacar dinheiro”

    Na página seguinte, escolha a opção “Sacar Dinheiro” para acessar o Pix Saque ou o Pix Troco (que funciona igual, mas permite pagar uma compra com o dinheiro enviado e sacar apenas a diferença).

  4. Leia o QR Code na loja

    Na loja em que você quiser sacar o dinheiro, haverá um QR Code exposto para os usuários. Leia esse código e insira o valor que deseja sacar.

  5. Confirme o pagamento e saque o dinheiro

    Para finalizar, confirme o pagamento dessa transferência e saque o dinheiro no caixa da loja.

Como deu para ver, é muito fácil utilizar essa modalidade de saque. Não é à toa que o recurso já corresponde a 5% de todas as transferências feitas com o Pix.

Além disso, é importante ter em mente que não são todas as lojas, farmácias e outros estabelecimentos que permitem aos clientes fazer retiradas. Apenas alguns locais que estão cadastrados no sistema do Banco Central oferecem esse serviço.

Para facilitar, existe um mapa com todos os locais nos quais você pode fazer um saque. Nós colocamos o mapa logo abaixo para você pesquisar estabelecimentos próximos de você.

O vídeo a seguir mostra mais detalhes sobre o procedimento!

Como encontrar lugares que oferecem o Pix Saque?

Como encontrar lugares que oferecem o Pix Saque?

Existe um Mapa do Pix para quem quer fazer um saque e não sabe onde encontrar um estabelecimento que seja compatível com esse serviço. Na ferramenta, estão disponíveis os principais locais que permitem a retirada de dinheiro pelo sistema do Banco Central.

No entanto, é importante ter em mente que não estão presentes no mapa 100% de todos os estabelecimentos que trabalham com o sistema, apenas os principais e aqueles que se cadastraram. Por isso, vale a pena questionar em lojas, farmácias e padarias próximas para ver se eles trabalham com o Pix Saque, caso você tenha dúvidas.

Já se você prefere ir em um local garantido, pode utilizar o Mapa a seguir:

Usar o Mapa é bastante fácil. Basta digitar a sua localização no campo “Busque por uma localização”. Por exemplo, se você estiver na Avenida Paulista, em São Paulo, basta digitar o endereço e a ferramenta mostrará estabelecimentos próximos.

Além disso, você pode dar Zoom na sua área para navegar mais facilmente pela ferramenta e ver locais mais próximos.

Para completar, o mapa também exibe no menu lateral detalhes dos locais cadastrados, como endereço e se elas fazem só o Pix Saque ou também o Pix Troco.

Existe um limite para o Pix Saque?

Existe um limite para o Pix Saque?

Sim, existe um limite para o Pix Saque. O Banco Central determinou uma “janela” de valor máximo a sacar, mas os estabelecimentos têm a liberdade de estabelecer tetos máximos próprios, desde que dentro da regra do BC.

Os limites do Saque determinados pelo Banco Central são:

  • R$500 por saque durante o dia
  • R$100 por saque de noite (das 20h às 06h)

Há uma diferença de limite de horário por causa do Pix Noturno, que foi criado para manter a segurança dos usuários. Para evitar roubos ou sequestros, além de fraudes durante a madrugada, o BC estabeleceu certas normas de segurança.

Assim, tanto o limite do Pix tradicional, quanto do Saque ou Troco, são menores das 20h às 06h, considerado o período “da noite” dentro do sistema.

Você pode entender mais sobre as modalidades no vídeo abaixo, feito pelo próprio Banco Central!

Qual a taxa do Pix Saque?

Qual a taxa do Pix Saque?

Cada usuário tem o direito de fazer até 8 saques gratuitos por mês com essa modalidade. Esse limite é contabilizado por usuário e não por instituição bancária ou loja. Ou seja, se você fizer 1 retirada usando seu dinheiro na conta do RecargaPay e outra usando o saldo da Caixa Econômica, você terá feito 2 saques do seu limite mensal.

Acima dessas 8 retiradas mensais, o usuário já começa a pagar uma taxa em específica quando fizer um Pix Saque. No entanto, o valor cobrado nessa taxa varia de instituição para instituição, já que não há uma determinação do Banco Central sobre o assunto. No geral, os valores variam entre R$0,50 a R$1,00 por retirada.

Já as lojas que fazem o serviço recebem uma tarifa de pagamento dos bancos que intermediam a operação. Essa tarifa varia entre R$0,25 a R$0,95 por transação, dependendo do montante retirado. No geral, portanto, quem paga a taxa dessa modalidade é o banco, exceto quando o utilizador ultrapassa o limite de 8 retiradas.

Qual a diferença entre o Pix Saque e o Pix Troco?

Qual a diferença entre o Pix Saque e o Pix Troco?

Atualmente, o Pix Saque se destaca sobre o Troco, tendo muito mais utilização do que a outra modalidade, mesmo elas sendo lançadas juntas e funcionarem quase que da mesma maneira. Por isso, é importante entender as diferenças entre elas, já que não são iguais.

A modalidade de Saque funciona como já apresentamos: o usuário faz uma transferência pelo QR Code da loja e depois retira o dinheiro no caixa. No entanto, o sistema do Pix Troco é um pouco diferente.

Nessa modalidade, o utilizador envia um valor para a loja, mas usa esse montante para pagar um produto. O saque é apenas a diferença entre o total enviado e o preço do que ele comprou (o “troco” do nome).

Por exemplo, suponha que você vá comprar um produto que custa R$250 em uma loja. Você pode usar o Troco para enviar R$500 para a empresa e pagar esse produto, sacando R$250 (a diferença) na boca do caixa.

De resto, as duas modalidades contam da mesma forma. Elas têm o mesmo limite (8 por mês e até R$500 durante o dia) e as mesmas taxas após ultrapassar essa quantia. Inclusive, transferências de Troco e Saque contam para o mesmo limite.

Ou seja, se você fizer 1 Pix Saque e 1 Pix Troco, conta como 2 transferências e agora só poderá fazer mais 6. Por isso, é importante registrar todas as retiradas para não ultrapassar o máximo sem querer.

Entenda melhor as diferenças entre eles a seguir!

Conclusão

Em minha opinião, o Pix Saque é uma modalidade muito útil dentro do sistema do Banco Central. Afinal, permite ao usuário retirar dinheiro da conta mesmo sem um caixa eletrônico (e com limites maiores do que os caixas 24 horas, que permitem somente 4 retiradas mensais).

Nossa recomendação é que você use essa modalidade sempre que precisar sacar dinheiro físico. No entanto, utilize o mapa acima para saber quais os locais próximos de você que contam com essa possibilidade para se planejar bem.

Dito isso, é preciso registrar todas as retiradas para garantir que você não vai ultrapassar o limite de 8 saques mensais. Assim, você nunca pagará taxas por fazer um Pix Saque.