Existe Pix em outros países? Aprenda agora

Neste momento, não existe Pix em outros países, porém:

  • Está em desenvolvimento uma ferramenta parecida
  • Vai se chamar Nexus
  • Ainda não tem previsão de lançamento

O Pix nacional é uma ferramenta de transações desenvolvida pelo Banco Central, e por isso está disponível apenas no Brasil. Além de não cobrar taxas dos seus usuários, está disponível para todos.

Esse é um meio de pagamento muito usado e por isso quer unir mais de 60 países. Pois, além de prático, é seguro tanto no Brasil, como em Pix internacionais, embora ainda não seja possível realizar o procedimento que está em desenvolvimento em outros países.

Descubra a seguir como pagar com Pix em outros países.

Como funciona o Pix em outros países?

Como funciona o Pix em outros países?

Para entender como o Pix funciona em outros países, saiba que ele é semelhante ao pagamento via Pix no Brasil, servindo para realizar transferências de forma instantânea e que está disponível para todos.

Vale lembrar, que diferente do Pix nacional, o funcionamento do internacional varia conforme os convênios determinados pelos bancos dos países, pois continua em fase inicial. Informações desse tipo é o que você precisa saber sobre esse novo meio de pagamento.

PIX INTERNACIONAL | COMO VAI FUNCIONAR O PIX PARA OUTROS PAÍSES? TRANSFERENCIAS INTERNACIONAIS

Quem vai poder utilizar esse sistema?

Quem vai poder utilizar esse sistema?

O projeto Nexus deve conectar transações em 60 países e os principais requisitos são que qualquer pessoa que possua chaves de transferência consiga fazer transações internacionais através do próprio aplicativo da instituição financeira de escolha.

O Pix em outros países tem data de lançamento?

O Pix em outros países tem data de lançamento?

O Pix internacional está sendo estudado pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS) e está sendo testado em 3 países e deve abranger 63 países no mundo, como uma maneira de tornar as transferências internacionais mais práticas, rápidas e seguras. 

Atualmente, não existe uma data definida para o lançamento, mas há previsão para o início de 2024. Segundo nota dada a imprensa no site O Tempo, o BIS (banco responsável pelo Nexus) destaca:

“A fase de teste vai explorar o potencial da tecnologia, a facilidade e a velocidade de uso. O ‘Nexus’ vai padronizar as operações e conectar os sistemas atuais entre os países. Ao invés de precisar ser mantido por cada um dos membros, o sistema pode ser concentrado na plataforma [do BIS] e facilitar a conexão”.

Qual moeda ele vai usar?

Qual moeda ele vai usar?

O real digital e o Pix vão funcionar através de um serviço que irá conectar a moeda de diferentes países em um único sistema de conversão para que todos possam utilizá-lo. As transações vão funcionar através do aplicativo da instituição financeira de sua escolha.

No app será possível visualizar a taxa de câmbio da moeda durante a transação.

Quais países vão aceitar esse serviço?

Quais países vão aceitar esse serviço?

De acordo com o BIS, o Pix internacional vai integrar mais de 60 países, os requisitos são que eles possuam um sistema de transferência rápida e estável. Sendo assim, todos os seus residentes poderão usufruir de todas as vantagens do Pix.

Alguns dos países que vão aceitar esse serviço similar a como fazer Pix:

  • Áustria
  • China
  • Finlândia
  • Alemanha
  • Espanha
  • Inglaterra
Diretor do Banco Central fala sobre integrar Pix com outros países

Vão ser cobradas taxas para o Pix em outros países? 

Vão ser cobradas taxas para o Pix em outros países?

Ainda não se sabe ao certo quanto e nem quem paga a taxa no Pix internacional, pois esses critérios variam conforme a política de cada um dos 63 países que farão parte desse projeto. No Brasil, o Pix funciona de maneira gratuita e livre de taxas para pessoas físicas. 

Já para pessoas jurídicas, existem algumas taxas que podem variar de acordo com a instituição financeira de escolha, que podem ser fixas ou de porcentagem sobre o valor da transação. 

Conclusão

Ao decorrer do conteúdo, descrevemos como funcionará a adoção de pagamentos instantâneo, Pix internacional em outros países. Afinal, esse não é necessariamente o mesmo sistema do Pix Brasileiro que conhecemos, dito isso é importante saber mais sobre o tema.

Além disso, como ainda não se sabe muito sobre o sistema, recomendamos aguardar novas atualizações para saber quais serão as taxas e demais critérios solicitados aos usuários.

Por fim, vale ressaltar que 63 países farão parte desse sistema de transação internacional e o Pix internacional poderá ser realizado através da instituição financeira de sua escolha participante. 

Como vai se chamar o Pix internacional? 

Quem pode ter o Pix internacional?

É preciso ser maior de idade para usar o Nexus?

Quando o Nexus será lançado?

O Pix internacional é seguro?

01-CRI-NOV19