Saiba como funciona o Pix parcelado e se é seguro usá-lo

Conheça alguns dos pontos principais sobre o Pix parcelado:

  • Cai na hora: quem está recebendo o valor, recebe instantaneamente
  • Paga depois: quem está efetuando o pagamento, pode parcelar o valor e pagar a transferência aos poucos
  • Possui taxa de serviço: qualquer operação envolvendo crédito possui taxas, e cada empresa define a melhor para si

Antes de mais nada, é importante saber que o Pix parcelado não é um serviço oficial do Banco Central, já que, de acordo com o órgão, ele não é considerado como operação de crédito. Por isso, é importante que o usuário busque saber com o seu banco se ele pode utilizar esse serviço e qual o valor em cima dele.

Quais apps fazem Pix parcelado?

O método mais comum de se utilizar o Pix parcelado é por meio do cartão de crédito. Assim como uma compra parcelada, o parcelamento do Pix cai mensalmente na fatura do usuário, onde o serviço também vai verificar o limite do cartão para prosseguir com o pagamento.

A seguir, veja os aplicativos que permitem a função do Pix parcelado:

  • RecargaPay
  • Nubank
  • PicPay
  • Digio
  • 99Pay
  • Ame Digital

É importante lembrar que o Pix parcelado não é um serviço oficial do Banco Central, por isso, cada aplicativo cobra a sua taxa de serviço própria para o parcelamento e condições de uso. Veja abaixo as taxas de juros de cada aplicativo que utiliza o Pix parcelado

AplicativoTaxaParcelas
RecargaPay3,49% sob o valor da transação (apenas no Prime+)12x
Nubanknão divulgado – depende de cada cliente12x
PicPay4,49% por parcela12x
Digio9,9% ao mês12x
99Pay3,99%6x
Ame Digital4,48% por parcela6x

Um ponto positivo nesse tipo de transação, é que muitos desses aplicativos possuem um sistema de cashback, que é uma forma de economizar e recuperar parte do dinheiro gasto em determinadas compras, e em alguns casos, pode ser maior do que a taxa de parcelamento. Um bom exemplo é o RecargaPay, que possui as taxas de 3,49% e 3,99%, mas pode pagar até 27% em cashback, fazendo valer a pena parcelar o Pix.

O vídeo a seguir mostra como funciona o Pix Parcelado com mais detalhes:

Como funciona o Pix parcelado sem cartão?

Outro detalhe sobre o Pix parcelado é que é um serviço que pode ser contratado sem o uso do cartão de crédito. O processo funciona da mesma forma que já estamos acostumados: quem recebe a transferência, recebe na hora, e quem está fazendo o pagamento irá efetuar o mesmo mensalmente. A diferença é que a pessoa irá contratar crédito com o seu banco, como um empréstimo.

Apenas dois bancos oferecem o Pix parcelado sem cartão no momento, sendo esses o Santander e Mercado Pago. Conheça as condições de cada banco para fazer o Pix parcelado sem cartão:

  • Santander – é necessário contratar o crédito no valor da transferência, escolher a data de vencimento e quantas parcelas serão pagas. O parcelamento pode ser feito de 2 até 24 vezes, e o IOF (Impostos sobre Operações Financeiras) também é adicionado na parcela
  • Mercado Pago – o cliente pode parcelar suas compras em até 12 vezes, o valor mínimo para utilizar o serviço é de R$15,00 e as tarifas são a partir de 2,5% ao mês, dependendo do perfil financeiro de cada cliente

O vídeo a seguir apresenta alguns detalhes sobre como fazer o Pix Parcelado sem cartão no Santander:

Pix parcelado é a mesma coisa que Pix garantido?

Por mais que sejam semelhantes, o Pix Parcelado e o Pix Garantido não são a mesma coisa. O Pix Garantido foi uma maneira que as empresas encontraram de antecipar o plano do Banco Central de oferecer um mecanismo que possibilitasse o parcelamento de compras com o Pix. 

Quando o serviço do Pix Garantido estiver no ar (a previsão de lançamento é 2022), ele irá funcionar da mesma forma que o Pix parcelado, e as instituições poderão oferecer um valor limite para o consumidor faça compras à vista e também parceladas. Por isso, grande parte dos bancos aguarda o lançamento desse serviço para poder oferecer aos seus usuários. 

Dito isto, no momento já existem alguns bancos que fazem Pix parcelado. Cada um deles tem as suas próprias condições de uso.

Você pode tirar mais dúvidas sobre o Pix Garantido e o Pix Parcelado no vídeo abaixo:

É seguro usar o Pix parcelado?

O Pix parcelado é uma ótima forma de realizar operações de crédito, principalmente sem cartão. É um serviço seguro para o consumidor e para o banco, e se assemelha a parcelamentos de cartão ou empréstimos. Entretanto, assim como todo serviço, deve ser usado com cuidado e discernimento. 

O usuário deve prestar atenção aos juros, porque isso pode levar a dificuldades no pagamentos das parcelas após a compra, então é importante que as operações sejam planejadas. O Pix parcelado pode ser útil em emergências, e pode ser utilizado também para conseguir descontos. Ele oferece facilidade no pagamento, e é uma ótima forma de renovar as formas de pagamento para as pessoas.

Conclusão

A meu ver, o Pix parcelado é uma ótima opção para emergências e para transações bem planejadas. É importante que o usuário não veja esse tipo de serviço como uma forma de gastar mais dinheiro, e a utilize com sabedoria em suas finanças. 

É importante lembrar que o Pix parcelado não é um serviço oficial do Banco Central, então cada aplicativo que utiliza esse serviço terá uma taxa em cima. Por isso, o usuário deve verificar e fazer pesquisas antes de utilizar o Pix parcelado. 

Se você pretende começar a utilizar esse serviço, procure os termos e condições do seu banco para não deixar nenhum detalhe passar despercebido e mantenha seu planejamento em dia.