Como enviar um Pix – Faça seus pagamentos na hora

Se você  ainda não sabe como realizar um Pix e quer fazer este tipo de transação, saiba que os requisitos necessários são:

Para quem ainda não sabe o que é Pix, ele nada mais é do que uma forma de pagamento instantânea criada pelo Banco Central. Com ele você pode realizar transferências para contas bancárias, pagamentos de contas e até mesmo realizar compras pela internet e em lojas físicas. 

E apesar do Pix ser uma novidade entre os brasileiros, ele foi lançado em novembro de 2020, já foram realizadas mais de 120 milhões de transações em um único dia. O que mostra que este meio de pagamento já se popularizou aqui no Brasil e vem trazendo mais rapidez e praticidade para a vida da população.

Mas nem todos sabem como fazer um Pix e nem que existe a possibilidade do Pix parcelado e agendado. Além disso, há quem ainda não saiba como pagar um boleto com Pix e tenha dificuldades de criar uma chave Pix.

E como enviar um Pix? Veja o passo a passo abaixo!

  1. 1 – Baixe o aplicativo do RecargaPay

    Baixe o aplicativo do RecargaPay clicando na imagem abaixo, a plataforma está disponível tanto para iOS quanto Android

  2. 2 – Clique em “Fazer Pix”

    Na tela inicial do aplicativo, toque no ícone “Fazer Pix”. Com isso, será possível dar início a transação como fazer Pix e poderá transferir dinheiro com mais facilidade

  3. 3 – Escolha os dados de quem vai receber

    Neste momento você deverá fornecer os dados de quem vai receber o dinheiro. A transferência pode ser feita com a Chave Pix da pessoa, como CPF, email e telefone, ou com os dados bancários, como banco, agência e número da conta

  4. 4 – Insira o valor da sua transferência

    Digite o valor que deseja enviar via PIX e confirme. Ainda será preciso escolher se deseja pagar com o saldo em conta ou usando um cartão de crédito. Caso opte pelo cartão, também escolha a quantidade de parcelas

  5. 5 – Confira os dados e conclua a transação. 

    Agora é só conferir se todos os dados da transação estão corretos, principalmente  dados de quem vai receber o dinheiro. Por fim, conclua a transferência

Como enviar um Pix Parcelado?

Você sabia que é possível enviar um Pix Parcelado? Essa alternativa oferece mais comodidade e flexibilidade para quem deseja pagar suas contas ou fazer transferências em várias parcelas. Mas como funciona o sistema e como realizá-lo no RecargaPay?

O Pix Parcelado é um serviço que permite enviar um Pix de um banco para outro utilizando o limite do cartão de crédito. Apenas alguns aplicativos oferecem essa opção, e embora não seja uma funcionalidade oficial do Banco Central, ela é autorizada por ele. Vale lembrar que se trata de uma operação de crédito, portanto, estão envolvidas taxas de juros.

No caso do RecargaPay, as menores taxas do mercado são de 3,49% para usuários Prime+ e 3,99% para os demais usuários. Como também, o parcelamento pode ser feito em até 12 vezes.

Agora que você entendeu os detalhes do Pix Parcelado, confira o passo a passo para fazer um Pix com cartão de crédito no RecargaPay:

  • Baixe o aplicativo RecargaPay
  • Faça seu cadastro ou login no app
  • Selecione a opção “Pix” no menu principal
  • Escolha a opção “Pagar com cartão de crédito”
  • Informe os dados do cartão e selecione a quantidade de parcelas desejadas
  • Insira a chave Pix do destinatário ou escaneie o QR Code
  • Confirme os dados e o valor da transferência
  • Toque em “Enviar” e pronto

Lembre-se de buscar por “apps para fazer Pix com cartão” caso queira conhecer outras opções disponíveis no mercado.

É importante ressaltar que, para quem recebe o Pix Parcelado, nada muda: o valor é depositado normalmente na conta, como se fosse um Pix comum. A diferença fica apenas para quem envia, que tem a vantagem de parcelar o pagamento.

Agora que você já sabe como enviar um Pix Parcelado, aproveite esta facilidade e utilize seu limite do cartão em Pix para realizar suas transações de maneira mais conveniente!

Como pagar um boleto com Pix?

Além de saber como enviar um Pix, é importante conhecer a praticidade de pagar um boleto pelo Pix, utilizando o sistema do Banco Central. Essa modalidade tem ganhado cada vez mais espaço e se tornou o meio de pagamento mais usado no Brasil.

O Pix não serve apenas para transferir dinheiro entre pessoas, mas também pode ser usado para pagar contas e compras online. O pagamento de boletos via Pix funciona a partir de um QR Code, que deve ser lido pelo pagador. As empresas emitem esse código, que pode vir na conta de consumo ou ser gerado ao fazer uma compra online.

Em geral, não há custos para realizar essa operação, e muitas empresas oferecem descontos para quem utiliza o Pix como forma de pagamento.

Confira o passo a passo para pagar um boleto com Pix no RecargaPay:

  • Baixe o aplicativo RecargaPay
  • Faça seu cadastro ou login no app
  • Selecione a opção “Pix” no menu principal
  • Escolha a opção “Pagar com Pix”
  • Aponte a câmera do celular para o QR Code do boleto ou use a função “Pix Copia e Cola” para inserir o código manualmente
  • Verifique os dados e o valor da conta
  • Confirme o pagamento
  • Aguarde a confirmação da transação

Além de pagar boletos, pelo RecargaPay é possível quitar contas de consumo com descontos que variam conforme o tipo de conta e o plano de usuário. Vale lembrar que, no RecargaPay, também é possível parcelar as contas via Pix, com taxas de 3,49% para usuários Prime+ e 3,99% para outros usuários.

Como enviar um Pix Agendado?

Essa funcionalidade é útil para quem deseja programar suas transações financeiras com antecedência, garantindo maior controle e organização. Com mais de 138 milhões de usuários, o Pix vem se destacando como um dos principais meios de transferência no Brasil.

O Pix Agendado funciona para envios de dinheiro entre pessoas ou empresas, mas não pode ser utilizado para agendar pagamentos de boletos ou contas. Geralmente, é possível agendar um Pix com até 30 dias de antecedência. Algumas instituições financeiras podem cobrar taxas pelo serviço, porém, isso varia conforme a política de cada uma.

É importante ressaltar que, enquanto o Pix não for concluído, ele pode ser cancelado a qualquer momento com apenas um toque de botão. No entanto, uma vez que a transferência seja finalizada, não será possível cancelá-la.

Agora que você entendeu o funcionamento do Pix Agendado, veja como fazer um Pix Agendado no RecargaPay:

  • Baixe o aplicativo RecargaPay e faça seu cadastro ou login no app
  • Selecione a opção “Pix” no menu principal
  • Toque em “Agendar”
  • Informe a chave Pix do destinatário ou escaneie o QR Code
  • Insira o valor da transferência
  • Escolha a data e o horário para o envio do Pix agendado
  • Confirme os dados e toque em “Agendar” para finalizar

Pronto! Agora você já sabe como fazer um Pix Agendado e pode usufruir dessa facilidade para programar suas transferências no RecargaPay. Assim, você garante maior organização e controle sobre suas finanças, evitando surpresas ou esquecimentos.

Qual é o limite do Pix?

Além de aprender como enviar um Pix, é fundamental que você compreenda que o sistema possui certos limites. Essas restrições foram implementadas como medidas adicionais de segurança, garantindo maior proteção aos usuários do serviço.

Os limites do Pix estão divididos em diário, mensal e noturno. Essas restrições existem para evitar transações indevidas e garantir que os usuários não sejam expostos a riscos desnecessários. Os limites são definidos por cada instituição financeira, levando em consideração fatores como perfil do cliente e histórico de transações.

No caso do RecargaPay, por exemplo, os valores padrão são de R$20.000,00 diários e R$40.000,00 mensais. Ademais, o Banco Central estabeleceu um limite específico para transações noturnas, que ocorrem entre 20h e 6h, sendo o valor máximo de R$1.000,00.

Os limites noturnos foram criados para garantir maior segurança aos usuários, já que esse período pode ser mais suscetível a fraudes e atividades ilícitas. Dessa forma, o limite do Pix busca equilibrar a facilidade e a rapidez das transações com a proteção necessária para o sistema financeiro.

Quais as vantagens de enviar um Pix?

Saber como enviar um Pix pode trazer diversas vantagens para você. Esse método de pagamento e transferência se tornou popular por sua praticidade e rapidez, além de outras características que facilitam a vida dos usuários. Confira a seguir algumas das principais vantagens de utilizar o Pix:

  • Envio instantâneo: as transferências são realizadas em tempo real, 24 horas por dia, 7 dias por semana
  • Gratuito: na maioria dos casos, o envio de um Pix é gratuito para pessoas físicas
  • Segurança: conta com medidas de segurança avançadas, proporcionando maior proteção às suas transações. Além disso, o sistema é regulamentado pelo Banco Central, garantindo confiabilidade ao serviço
  • Facilidade de uso: basta informar a chave do destinatário ou escanear um QR Code. Isso simplifica o processo de transferência e evita erros, como digitar dados bancários incorretos
  • Pix é constantemente atualizado: o sistema do Pix recebe atualizações frequentes, trazendo novas funcionalidades e melhorias para os usuários. Um exemplo disso é o Pix Internacional, que está em desenvolvimento e permitirá transações entre o Brasil e mais de 60 países

Fiz um Pix errado! E agora?

É possível cometer erros ao enviar um Pix, como digitar a chave incorreta ou transferir um valor diferente do planejado. Apesar de não ser possível cancelar um Pix depois que ele é concluído, você tem algumas opções para reaver o dinheiro.

A primeira medida é entrar em contato com a pessoa ou empresa que recebeu o Pix indevidamente e explicar a situação. Solicite a devolução do valor e, se necessário, ofereça comprovantes que demonstrem o erro. 

Lembre-se de que não devolver é crime, e caso a pessoa se recuse a realizar a devolução, você pode recorrer a medidas judiciais

Outra opção é recorrer ao Mecanismo de Devolução do Pix (MED) em caso de fraudes, golpes e erro no Pix. Para isso, você deve entrar em contato com a sua instituição financeira e informar os detalhes da transação e o motivo da solicitação de devolução. A instituição, então, irá analisar o caso e, se for cabível, providenciará a devolução do valor

Embora o Pix seja uma ferramenta prática e rápida, é essencial ter cuidado ao realizar transações para evitar erros e problemas futuros. Sempre confira os dados e o valor antes de concluir a transferência, e esteja atento às possíveis soluções caso algo saia do planejado.

Conclusão

Ao longo deste texto, exploramos diversas funcionalidades e vantagens do Pix, como o Pix Parcelado, o pagamento de boletos, o Pix Agendado, os limites do sistema e as ações a serem tomadas em caso de erro na transação. Vimos que o Pix oferece soluções rápidas, práticas e seguras para realizar transferências e pagamentos, facilitando o dia a dia dos usuários e permitindo maior controle e organização financeira.

Recomendamos a utilização do Pix como uma ferramenta de transações financeiras, seja para pagamentos de contas, transferências entre pessoas ou empresas, ou até mesmo em situações internacionais. Aproveite as vantagens oferecidas por essa inovação e adote o Pix como parte integrante de suas finanças pessoais e profissionais.

No entanto, é importante lembrar que, apesar de sua praticidade e agilidade, o Pix também exige cuidado e atenção por parte dos usuários. Sempre confira os dados e valores antes de realizar uma transferência, esteja ciente dos limites impostos pela sua instituição financeira e, em caso de erros, saiba como proceder para reaver o dinheiro. Assim, você garante uma experiência segura e satisfatória ao utilizar o Pix em suas transações.